Greve todo ano?

Um serviço essencial para a população deve sim ter sua tarifa controlada. Entretanto, mesmo que o poder aquisitivo da população cresça, o lucro dos empresários não aumentará. Afinal, ninguém gasta o dinheiro extra do final do mês em viagens de ônibus.

O poder aquisitivo da camada mais pobre da população brasileira cresceu nos últimos anos. Isso, claro, levou a uma inflação um pouco maior. Portanto, é válida a reclamação dos trabalhadores do transporte público por melhores salários.

Em um cenário em que a tarifa não é ditada pelo mercado e há pressão por aumentos por parte dos motoristas e cobradores, a única solução é diminuir o lucro dos empresários. Enquanto tais lucros são exorbitantes, a sociedade bate palmas. Mais se o cenário continuar se repetindo, a tendência é um lucro cada vez menor. Quem vai investir em um negócio no qual a previsão é diminuição de lucro? O jeito vai ser economizar em outras áreas, manter a frota sucateada e as linhas com cada vez menos ônibus.

O que estou querendo dizer que é uma tarifa fixa é uma abominação em uma economia de mercado. Isso todo mundo sabe. Mas também deixá-la flutuar pode ser prejudicial a população. Não conheço o modelo de concessão da prefeitura de Fortaleza. Mas assim como para outros serviços essenciais, é importante ter competição. Talvez contratos mais curtos, divisão de linhas mais lucrativas baseada no desempenho da empresa, não sei qual seria o ideal. Agora enquanto algum dos prefeituráveis não sentar a bunda no escritório e imaginar uma solução, todo ano teremos o mesmo sufoco.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: